O diretor gestor do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, disse em comunicado hoje que o acordo fechado pelos ministros de Finanças dos países da zona do euro, fixando os termos para um potencial pacote de auxílio à Grécia, marca "um passo muito importante".<p><p>"O FMI está pronto a se juntar ao esforço, inclusive através de uma combinação stand-by" caso haja um pedido das autoridades gregas, ressaltou Strauss-Kahn.

O diretor gestor do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, disse em comunicado hoje que o acordo fechado pelos ministros de Finanças dos países da zona do euro, fixando os termos para um potencial pacote de auxílio à Grécia, marca "um passo muito importante".<p><p>"O FMI está pronto a se juntar ao esforço, inclusive através de uma combinação stand-by" caso haja um pedido das autoridades gregas, ressaltou Strauss-Kahn. Ele disse que o FMI terá reuniões com autoridades da Grécia, da Comissão Europeia e do Banco Central Europeu em 12 de abril em Bruxelas para discutir o assunto.<p><p>O comunicado do FMI se segue a notícias de que os governos europeus chegaram a um plano que detalha os termos de um pacote de 30 bilhões de euros à Grécia, com taxa de juros de 5%. Em adição a esse acordo, o governo da Grécia também pode buscar empréstimos mais baratos do FMI.<p><p>O governo grego se disse satisfeito com a proposta de pacote, mas ressaltou que não pediu ajuda e espera não precisar sacar o dinheiro. As informações são da Dow Jones.
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.