Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Pacote chinês estimula Bolsas asiáticas

O megapacote de estímulo à economia anunciado ontem pelo governo chinês, com investimentos de US$ 586 bilhões em dois anos, foi bem-recebido pelos mercados da Ásia. A Bolsa de Hong Kong teve alta, mas os ganhos foram comprimidos porque os investidores procuraram realizar lucros devido a preocupações com a morosidade da economia local.

Agência Estado |

O índice Hang Seng somou 501,20 pontos, ou 3,5%, e fechou aos 14.744,63 pontos.

Na própria China, o pacote puxou a demanda pelas blue chips e impulsionou a alta das bolsas, mesmo com a realização de lucros no começo das sessões. O índice Xangai Composto saltou 7,3% e fechou aos 1.874,80 pontos. O Shenzhen Composto teve elevação de 6,4%, encerrando aos 497,35 pontos. Yuan - O pacote lançado pelo governo chinês teve pequeno efeito no mercado cambial, já que o yuan fechou marginalmente em baixa ante o dólar, após a taxa de paridade central dólar-yuan não ter sofrido grandes modificações em comparação com a sessão anterior. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8266 yuans, de 6,8255 yuans do fechamento de sexta-feira.

A Bolsa de Taipé, em Taiwan, fechou estável. Em sessão oscilante e com moderado volume de negociações, o índice Taiwan Weighted caiu 0,04% e encerrou aos 4.740,27 pontos. Na Coréia do Sul, o impulso trazido pelo plano chinês ao desempenho da Bolsa de Seul foi limitado pela decisão da Fitch, que reduziu a perspectiva do rating soberano do país, de estável para negativa. O índice Kospi teve alta de 1,6% e fechou aos 1.152,46 pontos. Na Bolsa de Manila, nas Filipinas, o índice PSE Composto avançou 1,4% e fechou aos 1.948,48 pontos. Na Austrália, os ganhos da Bolsa de Sydney com a notícia do pacote chinês também foram restringidos. O limite foi dado pelos papéis do setor bancário. O índice S&P/ASX 200 apresentou alta de 1,4% e encerrou aos 4.107,80 pontos.

A Bolsa de Cingapura seguiu os demais mercados regionais e teve alta, com empresas chinesas listadas nela ajudando o índice Strait Times a subir 1,2%, para fechar aos 1.885,02 pontos. Às 7h45, o índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, caía 1,14%, aos 458,54 pontos. As altas nas demais bolsas da Ásia e a estabilidade da moeda foram os principais fatores que fizeram o mercado indonésio encerrar em alta. O índice composto da Bolsa de Jacarta subiu 0,2% e fechou aos 1.340,68 pontos. O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, avançou 1,2% e fechou aos 904,24 pontos. A alta deveu-se ao estímulo do pacote chinês e aos dados positivos do mercado futuro nos EUA. As informações são da Dow Jones

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG