BERLIM (Reuters) - A coalizão governista da Alemanha chegou a um acordo na noite de segunda-feira sobre um novo pacote de estímulo econômico de 50 bilhões de euros (67 bilhões de dólares) para ajudar a maior economia da Europa a enfrentar o que pode ser a pior recessão pós-guerra. Os conservadores do partido da chanceler Angela Merkel e seus parceiros do partido Social Democrata concordaram sobre um pacote de investimentos e cortes tributários em seis horas de negociações, disseram os líderes da coalizão.

O novo pacote inclui 14 bilhões de euros (18,76 bilhões de dólares) em investimentos em infraestrutura e escolas, segundo uma cópia do documento.

O pacote também prevê uma ajuda ao setor automotivo de 1,5 bilhão de euros, garantias de novos créditos para ajudar as empresas do país e um alívio fiscal de 2,9 bilhões de euros em 2009, subindo a 6,05 bilhões de euros a partir de 2010.

Eles também concordaram com um pagamento de 100 euros às famílias por cada criança que elas tenham, em uma medida de estímulo ao consumo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.