Tamanho do texto

Os bancos brasileiros são os mais rentáveis quando comparados com instituições dos Estados Unidos e da América Latina, segundo pesquisa da consultoria Economática. Três dos grandes bancos brasileiros estão nas três primeiras colocações de um ranking de rentabilidade de 20 instituições.

Os bancos brasileiros são os mais rentáveis quando comparados com instituições dos Estados Unidos e da América Latina, segundo pesquisa da consultoria Economática. Três dos grandes bancos brasileiros estão nas três primeiras colocações de um ranking de rentabilidade de 20 instituições. O Banco do Brasil lidera o estudo. Sua rentabilidade sobre o patrimônio foi de 34,74% em 2009, seguido por Itaú Unibanco (24,19%) e Bradesco (23,82%). O banco americano mais rentável é o Goldman Sachs, com 19,82%, o quarto da lista. Já quando o ranking é feito pela lucratividade, a liderança fica com os bancos americanos, que ocupam as quatro primeiras posições. O Goldman Sachs lidera, com ganho líquido de US$ 13,385 bilhões em 2009. Os três brasileiros estão novamente agrupados, só que algumas posições abaixo. O BB ocupa a quinta posição, com lucro de US$ 5,828 bilhões, seguido por Itaú Unibanco (US$ 5,781 bilhões) e Bradesco (US$ 4,602 bilhões). Outro banco brasileiro a aparecer na lista é o Santander Brasil, na 12.ª posição, com resultado de US$ 1,037 bilhão. Em 2008, o mais lucrativo foi o americano JP Morgan, com US$ 5,6 bilhões. O BB apareceu em terceiro, com US$ 3,76 bilhões. No levantamento, a Economática considerou os bancos com ativos acima de US$ 100 bilhões. Só 20 bancos na América Latina e dos EUA têm ativos superiores a esse montante . O líder é o Bank of America (US$ 2,22 trilhões). O BB é o banco latino-americano mais bem classificado, com US$ 407 bilhões de ativos, na sétima colocação. O Itaú Unibanco fica na oitava (US$ 349 bilhões) e o Bradesco aparece em nono lugar (US$ 291 bilhões).
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.