Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Oxfam lança campanha para arrecadar fundos contra alta de alimentos

(embargada até 21h01 de Brasília desta quarta) Londres, 15 out (EFE) - A organização humanitária Oxfam lançou uma campanha para arrecadar fundos com o objetivo de enfrentar o impacto da alta dos preços dos alimentos, que causou crise de fome a quase um bilhão de pessoas no mundo todo. Em comunicado, a Oxfam destaca que a campanha teve início no Dia Mundial da Alimentação e em um momento em que os preços dos alimentos afetam as pessoas com poucos recursos, enquanto aumentam os lucros de algumas empresas. A ONG afirma que precisa de mais 15 milhões de libras (18,6 milhões de euros) para financiar seus trabalhos humanitários e de desenvolvimento na área da agricultura e para apoiar suas campanhas destinadas a respaldar mudanças nas políticas comerciais e agrícolas. Estes são momentos duros para muitos de nós, mas os mais pobres do mundo são os mais afetados pelos fortes aumentos nos preços dos alimentos. A Oxfam precisa de 15 milhões de libras para nos ajudar a enfrentar este problema, destacou a diretora-executiva da Oxfam, Barbara Stocking.

EFE |

Os preços dos produtos básicos como o arroz e os cereais subiram até 300% em alguns lugares e cerca de um bilhão de pessoas no mundo todo estão agora desnutridos, segundo o Banco Mundial (BM), indica o relatório da Oxfam.

O organismo acrescenta que todos os Governos devem aprender com a crise e tomar medidas para investir na agricultura e aplicar políticas comerciais que garantam a segurança alimentar.

"A tendência na agricultura, assim como nas finanças internacionais, foi rumo a uma desregulação e uma redução do trabalho do Estado. Isto teve efeitos devastadores", acrescenta Stocking.

O documento acrescenta que a alta dos preços dos alimentos levou muita gente a diminuir a qualidade de sua alimentação, enquanto há crianças que não vão à escola e os agricultores foram forçados a emigrar às cidades. EFE vg/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG