Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Os dois maiores bancos da Itália registram forte queda em seus lucros

Os lucros dos dois maiores bancos da Itália, o Unicredit e o Intesa Sanpaolo, sofreram uma considerável redução apesar de as duas entidades figurarem entre os grupos menos afetados na Europa pela crise financeira.

AFP |

O grupo UniCredit anunciou nesta quarta-feira que seu lucro se reduziu pela metade durante o terceiro trimestre, passando a 551 milhões de euros em comparação com o 1,204 bilhão de euros de há um ano.

Para o Intesa Sanpaolo o lucro caiu para 673 milhões contra 1,46 bilhão de euros para o mesmo período em 2007.

O impacto da crise afeta os mercados financeiro, inclusive o italiano, apesar de menos exposto do que os demais europeus.

Segundo o Unicredit, a crise causou perdas de 1,3 bilhão de euros ao grupo, enquanto que o Intesa se viu menos punido por estar menos atuante a nível internacional.

Vários especialistas afirmam que os bancos italianos têm menos preocupações em relação a concorrência graças a sua tradicional prudência.

"Os bancos italianos poderão superar tranqüilamente a crise creditícia internaicona", afirma a agência Fitch em uma nota.

Para o Deutsche Bank, "o modelo econômico dos bancos italianos é considerado prudente, muito cauteloso quando o mercado cresce e e defensivo quando se complica", explicou.

UniCredit e Intesa anunciaram que adotarão medidas para reforçar seus próprios fundos, além de apoiar o plano que o governo de Silvio Berlusconi lançará nos próximos dias.

Este plano prevê a injeção de fundos públicos nos bancos para aumentar o montante dos empréstimos às empresas.

bur-kv/cn

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG