LA PAZ (Reuters) - O operador do principal gasoduto da Bolívia afirmou que restabeleceu às 15h (horário de Brasília) a maior parte do envio de gás ao Brasil, suspenso por mais de sete horas devido a um incidente relacionado supostamente à violência política que assola o país. Os técnicos conseguiram resolver o problema em uma válvula de medição, em uma estação de bombeamento, que tinha sido bloqueada como consequência de uma manipulação incorreta de pessoas que tentaram fechá-la, disse à Reuters Hugo Muñoz, porta-voz da Transierra, empresa que opera o duto.

Ele explicou que a Transierra retomou o bombeamento para o Brasil a um ritmo de até 14 milhões de metros cúbicos diários.

Entretanto, continua suspenso o bombeamento de outros 3 milhões de metros cúbicos procedentes de um campo cuja rede de transporte foi abalada por uma explosão na quarta-feira, atribuída pelo governo a manifestantes opositores.

(Por Carlos Alberto Quiroga)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.