SÃO PAULO - As negociações nas principais praças acionárias da Rússia foram suspensas nesta quarta-feira depois de as ações registraram fortes baixas em meio à turbulência financeira. Ontem, as operações também foram interrompidas tanto na Russian Trading System (RTS) e na Moscow Interbank Currency Exchange (Micex).

Antes da suspensão, os papéis do setor financeiro eram os que apresentavam as quedas mais significativas na RTS, com o Sberbank, banco de varejo controlado pelo estado, caindo mais de 17%.

Na terça-feira, o indicador RTS encerrou com baixa de 11,5%, no menor nível em dois anos. O Micex recuou quase 18%. As atividades foram interrompidas por uma hora, mas as vendas acabaram sendo retomadas assim que os mercados reabriram.

Hoje, as ações verificaram novas quedas antes da suspensão - o RTS cedeu 4% e o Micex, ao redor de 4,7%.

Os investidores já se mostraram cautelosos depois das divergências entre Rússia e Geórgia sobre a Ossétia do Sul no mês passado. Esse fator se somou às preocupações crescentes com a situação nos mercados de crédito internacionais, especialmente após o colapso do banco de investimentos americano Lehman Brothers.

O Kremlin tentou acalmar os mercados e tornou disponível recursos para os três maiores bancos do país - Sberbank, VTB Group, e Gazprombank - por um período de três meses.

Ontem, o premiê russo Vladimir Putin disse que o ministério das Finanças injetou 150 bilhões de rublos, ou cerca de US$ 6 bilhões, no sistema financeiro por meio de acordos de recompra. O banco central russo, por sua vez, introduziu 325 bilhões de rublos, ou US$ 13 bilhões, mediante leilões de recompra.

Na segunda-feira, o presidente russo, Dmitri Medvedev, garantiu que o governo vai proteger a liquidez no sistema bancário e insistiu que o setor financeiro russo não está em crise embora as quedas persistentes nos mercados acionários.

"Apesar de todos os problemas econômicos globais, a situação na nossa economia está completamente estável como um todo. Nós definitivamente não temos uma situação de crise ou pré-crise", destacou Medvedev.

"(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)"

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.