A Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep) tomará uma iniciativa maior de redução da oferta se o mercado se deteriorar, anunciou nesta segunda-feira, em Teerã, o secretário-geral do cartel, Abdalah el Badri, paralelamente a um fórum sobre petróleo e gás que acontece na capital iraniana.

A Opep manteve no sábado, no Cairo, a cota de produção em 27,3 milhões de barris por dia, e abriu a porta para uma redução da oferta em 17 de dezembro durante a reunião de Oran, na Argélia.

Em setembro, a Opep solicitou a seus membros que respeitassem as cotas definidas, que significavam, na prática, um corte de produção de cerca de 500.000 barris por dia.

Os 12 países da Opep concordaram em acompanhar com atenção as evoluções do mercado até a reunião de 17 de dezembro em Oran, na Argélia.

Abdallah el-Badri, foi ainda mais claro ao afirmar depois da reunião que existe na Opep "um consenso geral sobre uma ação para reduzir a produção durante a próxima reunião".

ved/cn/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.