LONDRES (Reuters) - A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) irá discutir a possibilidade de mais um corte de cerca de 1 milhão de barris por dia ao se reunir em março, se os preços da commodity se mantiverem em baixa, informou uma fonte da Opep nesta terça-feira. Se os preços não avançarem antes da reunião, a Opep pode considerar uma remoção de cerca de 1 milhão de barris por dia do mercado, disse a fonte, que pediu para não ser identificada.

A Opep irá se reunir em 15 de março, em Viena. Apesar de o cartel concordar desde setembro em reduzir a oferta para um total de 4,2 milhões de barris por dia, os preços da commodity se mantém em 41 dólares o barril, um nível que autoridades do grupo consideram muito baixo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.