Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Opep inicia 2009 com adoção de corte histórico de oferta para combater crise

VIENA - A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) inicia o ano de 2009 com a entrada em vigor de um corte histórico de sua oferta de petróleo para combater a recente queda de preços.

EFE |

Em sua última reunião ministerial extraordinária em Oran (Argélia) no dia 17 de dezembro, o grupo estabeleceu um histórico corte de sua produção de 2,2 milhões de barris diários (mbd).

Assim, o grupo de 12 países exportadores de petróleo começa um ano complicado após a cotação de seu barril de referência cair de seu recorde de US$ 140,73, obtido no princípio de julho, até chegar a US$ 34,69, no final de 2008.

Um ano similar de preços extremos e volatilidade sem precedentes experimentaram o barril do petróleo do tipo Brent e o do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve), de referência para Europa e Estados Unidos, respectivamente.

O barril do tipo Brent iniciou 2008 acima dos US$ 90, superou US$ 145 em julho e fechou o ano em US$ 45,59, sendo que no último dia do ano subiu 13% por causa da deterioração da situação geopolítica no Oriente Médio.

O mesmo aconteceu com o petróleo WTI, que fechou o ano em US$ 44,60 por barril, 14% a mais que no dia anterior, mas 53% a menos que há um ano.

Leia mais sobre Opep

Leia tudo sobre: opep

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG