Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Opep cumpre cortes de produção e petróleo sobe

Os contratos futuros do petróleo, negociados no mercado internacional, operam em alta hoje, impulsionados por sinais de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) está cumprindo os cortes de produção anunciados anteriormente, embora o avanço da matéria-prima (commodity) é limitado pela preocupação com a demanda fraca. Às 11h43 (de Brasília), os contratos do petróleo do petróleo tipo WTI com vencimento em março subiam 1,87%, a US$ 40,92 o barril, na sessão eletrônica da Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês).

Agência Estado |

Em Londres, os contratos futuros do petróleo tipo Brent com mesmo vencimento, previsto para hoje, avançavam 1,97%, a US$ 47,12 o barril.

Mais cedo, o secretário-geral da Opep, Abdalla Salem El-Badri, disse que os países do cartel cumpriram até agora 80% dos cortes anunciados no ano passado - 4,2 milhões de barris por dia ao todo - e acrescentou que não haveria mais cortes até que a meta fosse completamente atingida. Ele reiterou que o grupo pode diminuir a produção ainda mais, caso seja necessário. A próxima reunião da Opep está agendada para 15 de março em Viena.

Alguns analistas ainda questionam se os cortes da Opep serão suficientes para dar suporte aos preços. "O declínio acentuado na demanda relacionada à produção industrial lança dúvidas sobre se a oferta está se ajustando a um ritmo suficientemente rápido de forma a evitar o aumento nos estoques", afirmaram analistas do Goldman Sachs.

El-Badri também revelou que os membros do cartel adiaram indefinidamente 35 dos 150 projetos de perfuração previstos para a próxima década devido aos preços baixos do petróleo. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG