Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Opep: crise americana, biocombustíveis e geopolítica disparam preços do petróleo

Os preços do petróleo estão subindo devido à crise financeira nos Estados Unidos, aos biocombustíveis e às tensões geopolíticas, afirmou nesta terça-feira o presidente da Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), o argelino Chakib Khelil, em Madri.

AFP |

"Para mim, a crise dos 'subprime' nos Estados Unidos é o fator principal" da alta do petróleo, afirmou o ministro argelino de Energia.

Além disso, ele pediu ao governo americano que estabilize sua moeda, citando as baixas das taxas de juros posteriores ao início da crise e as injeções de liquidez do Federal Reserve (BC americano) para paliar a crise.

Isto enfraqueceu o dólar, o que os investidores aproveitam para comprar mais petróleo.

"A possível alta das taxas de juros pelo BCE (Banco Central Europeu) na próxima quinta-feira pode elevar ainda mais o preço do petróleo", debilitando mais ainda o valor da moeda americana, avisou.

"O segundo fator é a situação geopolítica, que está se agravando com o Irã, e o terceiro, o fenômeno dos biocombustíveis que entraram no mercado mais ou menos no mesmo período da crise americana em agosto-setembro de 2007", acrescentou.

Leia mais sobre petróleo

Leia tudo sobre: petroleo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG