Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Opep antecipa reunião por temores de recessão mundial

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) decidiu antecipar em três semanas, para 24 de outubro, sua reunião extraordinária para examinar a situação do mercado petroleiro, devido à crise financeira e aos temores de recessão, de acordo com nota divulgada nesta quinta-feira.

AFP |

Inicialmente, a reunião estava prevista para 18 de novembro, na sede, em Viena, mas a queda dos preços do petróleo, tanto em Londres como em Nova York, levou o cartel a agir, já que 12 de seus membros exportam 40% do petróleo mundial.

O barril, que terminou em 147 dólares, em julho, valia menos de 67 dólares na quinta à noite, em Londres, e cerca de 70 dólares, em Nova York, para entrega em novembro. O preço da commodity atingiu seu nível mais baixo em 17 meses.

"Após consultas com o presidente da Opep e seus colegas ministros, o secretário-geral da Opep, Abdalla Salem El-Badri, decidiu realizar a reunião extraordinária da Opep em uma nova data. Será sexta-feira, 24 de outubro, em vez de 18 de novembro de 2008", anunciou a organização, em um comunicado.

Diante dos números preocupantes sobre o crescimento econômicos nos países industrializados, o cartel revisou fortemente para baixo, ontem, suas previsões de alta da demanda de cru para 2008 no mundo: de 1,02%, em setembro, para 0,64%. As perspectivas para 2009 também são baixas.

Nesta quinta, em declarações à agência Dow Jones Newswires, o representante iraniano na Opep, Mohammed Ali Khatibi, renovou o apelo por união, estimulando os produtores não-membros, como Rússia, México, Sudão, ou Noruega, a se unirem às iniciativas que vierem a ser tomadas pela organização na próxima sexta.

lad/tt/sd

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG