Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Opep afirma que já há consenso sobre corte da produção de petróleo

Oran (Argélia), 15 dez (EFE) - O ministro de Energia argelino e presidente em exercício da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), Chakib Khelil, disse hoje que, diante da previsão de uma forte queda da demanda mundial da commodity, as nações do cartel concordaram em reduzir sua produção conjunta de petróleo.

EFE |

"Estamos muito pessimistas sobre a demanda", reconheceu Khelil às vésperas da reunião extraordinária do organismo na quarta-feira na cidade argelina de Oran.

Ele ressaltou que os cálculos dos produtores indicam que no próximo trimestre a demanda cairá em 200 mil barris diários, e em 1,2 milhão de barris por dia no segundo trimestre de 2009.

"Acho que 2009 vai ser um ano muito difícil", destacou.

No entanto, mostrou cautela ao expressar sua confiança em que o preço do petróleo, que caiu cerca de 70% desde julho, se estabilize depois da conferência em Oran, onde previu que será pactuado um grande corte da oferta.

"Todo o mundo está apoiando o corte (de produção), não tenho dúvidas, os sauditas já tomaram uma decisão antes da reunião, reduziram os anúncios de provisão ao mercado em 8%", disse o ministro. EFE wr/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG