Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

ONU aponta falhas em preparativos mundiais contra pandemia de gripe

A maioria dos países já tem planos de ação contra uma eventual pandemia de gripe humana, mas estes ainda não foram suficientemente testados, o que traz temores de que fracassem caso a doença comece a se propagar rapidamente, segundo um relatório da ONU publicado nesta terça-feira.

AFP |

Esta constatação, aliada a um recente estudo do Banco Mundial que aponta o custo econômico de uma pandemia global em cerca de três trilhões de dólares, constitui uma fonte de grande preocupação, segundo as Nações Unidas.

De acordo com o relatório anual da ONU, uma pandemia moderada pode matar cerca de 1,4 milhão de pessoas no mundo todo, enquanto uma epidemia maior poderia deixar até 70 milhões de vítimas fatais.

"Considerando que o grau de preparação dos países contra uma pandemia era quase nulo três anos atrás, o nível atual de alerta e ação representa um êxito importante", afirmou David Nabarro, coordenador da luta contra a gripe na ONU e co-autor do relatório.

"Mas é necessário fazer ainda muito mais para garantir que estaremos prontos para enfrentar uma crise mundial deste tipo", concluiu.

O texto destaca que os planos de resposta dos países estão, sobretudo, concentrados nos sistemas de saúde - uma pandemia, no entanto, teria forte impacto sobre todos os aspectos da vida cotidiana, como o transporte, o sistema bancário e o comércio.

A divulgação do estudo antecede uma conferência ministerial internacional, que acontecerá entre os dias 24 e 26 de outubro no balneário egípcio de Sharm El Sheik, cujo objetivo é estudar os progressos alcançados e a coordenação de esforços para melhorar a capacidade mundial de ação contra uma eventual pandemia de gripe.

hc/ap

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG