Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

ONS: estiagem provoca queda no nível dos reservatórios

A estiagem prolongada, que já chega a 40 dias em algumas regiões, vem provocando impactos no nível dos reservatórios das hidrelétricas brasileiras. Segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o estoque de energia nas barragens das regiões Sudeste e Centro-Oeste caiu 4,4 pontos porcentuais em julho, ritmo mais acelerado do que o verificado nos últimos anos.

Agência Estado |

No Sul, a situação é pior: queda de 8,8 porcentuais no mês.

Técnicos do setor, porém, dizem que a situação ainda não é preocupante. No Sul já começou a chover e ainda há um bom estoque de térmicas que pode ser usado para conter a redução do nível dos reservatórios. No Sudeste/Centro-Oeste, as barragens estavam anteontem com 75,3% de sua capacidade de armazenagem de energia - no dia 23 de julho de 2007, esse volume chegava a 79,2%; um ano antes, era de 83,7%.

Os reservatórios ainda estão distantes do nível meta de 53%, estipulado para o fim do período seco, em outubro. Mas o ritmo de queda, na média de 0,3 ponto porcentual nos últimos dias, é maior do que o 0,2 ponto porcentual estimado para que a meta seja atingida. Caso a estiagem persista, portanto, o ONS terá de acionar mais térmicas a gás. Hoje as térmicas a carvão e gás geraram 2,783 megawatts (MW) médios.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG