Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

OMC: Zoellick sugere limites para a cláusula de salvaguarda

O presidente do Banco Mundial (Bird), Robert Zoellick, lançou nesta segunda-feira um apelo para limitar os recursos à cláusula de salvaguarda nas negociações entre os Estados da Organização Mundial do Comércio (OMC).

AFP |

"Nas práticas atuais da OMC, a economia que impõe uma salvaguarda decide qual grau de proteção é apropriado. Mas esta proteção pode ser regulamentada e limitada", disse Zoellick num comunicado nesta quinta-feira.

A cláusula de salvaguarda pode ser acionada por um país caso a liberalização do comércio de um bem coloque em perigo a produção local, autorizando-o a elevar certas barreiras aduaneiras.

Zoellick destacou a iniciativa do presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, que procura relançar as negociações da Rodada de Doha após o fracasso em julho em Genebra.

"O presidente Lula pediu às partes envolvidas que não deixem as negociações da OMC fracassar por causa das diferenças sobre a salvaguarda especial para a agricultura. Ele tem razão", acrescentou o presidente da instituição multilateral.

hh/lm

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG