Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

OMC pede que EUA demonstrem liderança na Rodada de Doha

OMC pede que EUA demonstrem liderança na Rodada de Doha

Reuters |

Por Jonathan Lynn

GENEBRA (Reuters) - A Organização Mundial do Comércio pediu nesta quarta-feira aos Estados Unidos --país criticado por muitos parceiros pela falta de interesse em políticas comerciais-- que demonstrem liderança nas negociações sobre o comércio global.

Em uma avaliação das políticas comercias dos Estados Unidos, parte de uma pesquisa entre todos os 153 membros, a entidade que rege o comércio global pediu aos EUA que adotem uma postura mais forte no combate ao protecionismo, abrindo o país para mais comércio e investimentos.

Muitos membros da OMC já culparam a falta de interesse dos EUA em políticas comerciais pelo impasse dos últimos dois anos na Rodada de Doha, que busca expandir a abertura no comércio global. Apesar disso, alguns desses críticos dizem que há sinais de maior participação norte-americana nos últimos meses.

"Buscando a liberalização...poderia...reafirmar o papel de liderança dos EUA que têm sido um elemento fundamental no avanço dos objetivos do sistema de comércio multilateral desde sua criação", disse o corpo administrativo da OMC em um relatório para a revisão.

Regimes de investimento e comércio mais transparentes contribuiriam para a produtividade -- ingrediente chave no objetivo dos EUA para dobrar exportações, disse o relatório.

A promoção da exportação deveria ser complementada por uma redução contínua de restrições sobre o acesso ao mercado e outras distorções.

Essas políticas poderiam incluir a redução de tarifas para alguns produtos, o corte de subsídios à agricultura e a retirada de barreiras ao comércio e ao investimento em serviços. Segundo o relatório, todas essas propostas foram feitas pelos parceiros comerciais dos EUA na última revisão, em 2008.

Leia tudo sobre: NEGOCIOSEUAOMCDOHA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG