Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

OMC fará nova tentativa para salvar Doha em setembro

BRASÍLIA - Representantes dos países membros da Organização Mundial do Comércio (OMC) deverão reunir-se no fim de setembro para mais uma tentativa de fazer avançar as negociações da Rodada Doha, que busca a liberalização do comércio internacional. Os negociadores têm mantido contatos para buscar uma fórmula de consenso sobre salvaguardas que serão permitidas aos países em desenvolvimento, como proteção contra surtos de importação. A falta de acordo sobre esse tema bloqueou as negociações, em julho.

Valor Online |

 

Há outros temas delicados ainda não discutidos, como os subsídios ao algodão mantidos pelos EUA e as exigências dos países desenvolvidos de acordos para eliminação de tarifas em setores inteiros, mas não há sinais de que esses pontos gerem divergências intransponíveis, comentou o embaixador Roberto Azevedo, negociador brasileiro. Se concluída essa fase das negociações, estarão firmadas as bases para a conclusão de um acordo final, em pouco tempo, afirma o diplomata.

Em Canberra (Austrália), os ministros das Relações Exteriores de Brasil e Austrália, Celso Amorim e Stephen Smith, defenderam a retomada urgente das negociações antes da eleição presidencial nos EUA e disseram ainda acreditar que um acordo possa ser alcançado. Tenho esperança que nós ainda podemos fazer um esforço, mas isso tem que ser muito rápido , disse Amorim, depois de conversas com seu colega australiano.

Um comunicado conjunto divulgado por Amorim e pelo ministro de Comércio da Austrália, Simon Crean, diz que os dois países vão se esforçar para retomar as negociações antes das eleições americanas, em novembro. Com base em experiências passadas, há duas possibilidades. Ou fazemos isso agora, em setembro, ou teremos de esperar por um longo tempo , disse o ministro brasileiro a jornalistas.

Leia mais sobre Rodada Doha

Leia tudo sobre: rodada de doha

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG