A Oi fixou a remuneração da emissão de R$ 2,25 bilhões em debêntures da Telemar Norte Leste, após encerrada a coleta de intenções de investimento (bookbuilding) na terça-feira, dia 20 de abril. De acordo com o prospecto definitivo da emissão, os juros remuneratórios para a primeira série, de 175.

A Oi fixou a remuneração da emissão de R$ 2,25 bilhões em debêntures da Telemar Norte Leste, após encerrada a coleta de intenções de investimento (bookbuilding) na terça-feira, dia 20 de abril. De acordo com o prospecto definitivo da emissão, os juros remuneratórios para a primeira série, de 175.397 debêntures e valor nominal unitário de R$ 10 mil com vencimento em em 15 de abril de 2014, serão taxa DI mais 1,20% ao ano, base 252 dias úteis. Na segunda série, com 49.603 títulos e vencimento em 15 de abril de 2020, haverá atualização pela variação do IPCA mais 7,98% ao ano. A partir de 30 de março de 2013, as debêntures da 1ª série poderão ser resgatadas antecipadamente, e no caso da 2ª série, a partir de 14 de abril de 2015. A liquidação da oferta será em 3 de maio e o encerramento em 3 de novembro. Os recursos obtidos na oferta serão utilizados para o refinanciamento das parcelas de dívidas que vencem em 2010. A distribuição é realizada com a intermediação do Santander (coordenador líder) e BTG Pactual. Inicialmente, a oferta, que foi aprovada pela operadora em novembro do ano passado, estava prevista para ocorrer em janeiro. Mas em fevereiro a operação foi interrompida em meio à suspensão do processo de incorporação da Brasil Telecom pela Oi após a descoberta de um esqueleto judicial.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.