O início da oferta de telefonia móvel pela Oi no Estado de São Paulo, marcado para 24 de outubro, virá sem a tecnologia de terceira geração (3G). Os serviços de banda larga pela rede móvel, segundo o diretor de Mercado da Oi em São Paulo, Roderlei Generali, só serão oferecidos no primeiro trimestre de 2009.

Segundo ele, as mais de duas mil Estações Radiobase (ERBs) instaladas no Estado e que serão ativadas em 23 de outubro já estão preparadas para comportar a 3G. Mas, segundo ele, "a sintonia fina da rede 3G é mais demorada" e, por isso, esta tecnologia ainda está em teste. Ele negou que a rede 3G esteja passando por algum tipo de problema.

O diretor da Oi diz que não teme perder mercado de banda larga 3G - que permite acessar a grande rede pelo celular ou pelo computador, via mini modems. Vivo, Claro e TIM já estão com o produto nas prateleiras e a demanda é tanta que as operadoras têm enfrentado instabilidade em suas redes.

"O timing do mercado está adequado: a gente acredita que o 3G tem concorrência direta com banda larga e vai apostar na qualidade de serviços", afirmou. Mesmo lançando mais tarde, Generali acha que tem condições de ganhar mercado, já que São Paulo tem dado muito foco à mobilidade quando o assunto é banda larga.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.