A operadora de telefonia móvel Oi (ex-Telemar) informou ontem à noite que irá recorrer da decisão da Superintendência de Registro da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que reviu uma determinação anterior a respeito da Oferta Pública para Aquisição (OPA) de ações ordinárias (ON) por alienação de controle da Tele Norte Celular e da Amazônia Celular. A empresa pretende interpor o referido recurso no prazo de até 15 dias, informou a Oi.

"Dessa forma, as OPAs foram suspensas e os leilões, que estavam previstos para ocorrer amanhã (dia 16), serão adiados até que a CVM manifeste-se definitivamente acerca do assunto", segundo a companhia.

A área técnica da CVM elevou a recomendação do preço a ser pago por ação nas OPAs em 17,69% em ambos casos: de R$ 79,51 a R$ 93,58 na Tele Norte e de R$ 121,61 a R$ 143,13 na Amazônia, após ter acolhido recurso de investidor.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.