A Oi (antiga Telemar) informou há instantes que uma decisão liminar impede a empresa de realizar o pagamento hoje de dividendos extraordinários pela Tele Norte Leste Participações no valor de R$ 1,196 bilhão. A remuneração aos acionistas foi deliberada em reunião do conselho de administração realizada no último dia 5.

A decisão liminar decorre de ação movida pela União Federal referente à suposta dívida fiscal de R$ 36,946 milhões.

"A companhia está tomando as medidas cabíveis para reverter a situação sendo que, tão logo permitido pelo Juízo, divulgará a nova data para o pagamento dos referidos dividendos extraordinários conforme deliberado", informou a Oi.

Veja a seguir a íntegra do aviso aos acionistas.

TELE NORTE LESTE PARTICIPAÇÕES S.A.

CNPJ/MF nº. 02.558.134/0001-58
Companhia Aberta
NIRE 33300262539

AVISO AOS ACIONISTAS

Liminar Suspende Pagamento de Dividendos Extraordinários

A TELE NORTE LESTE PARTICIPAÇÕES S.A. ("TNL") comunica aos Senhores acionistas que o Juízo da 3ª Vara de Execuções Fiscais da Seção Judiciária do Rio de Janeiro, nos autos da Execução Fiscal nº 2009.51.01.501688-3, movida pela União Federal no valor de R$36.946.038,23 (trinta e seis milhões, novecentos e quarenta e seis mil, trinta e oito reais e vinte e três centavos), determinou que a TNL se abstenha de efetuar o pagamento de quaisquer dividendos até posterior determinação daquele juízo.

Em face da decisão acima, a TNL comunica que o pagamento de dividendos extraordinários deliberado na Reunião do Conselho de Administração realizada em 05/02/2009, previsto para ocorrer nesta data, no montante total de R$ 1.196.563.947,13 (um bilhão, cento e noventa e seis milhões, quinhentos e sessenta e três mil, novecentos e quarenta e sete reais e treze centavos) está suspenso.

A Companhia está tomando as medidas cabíveis para reverter a situação sendo que, tão logo permitido pelo Juízo, divulgará a nova data para o pagamento dos referidos dividendos extraordinários conforme deliberado.

Rio de Janeiro, 16 de fevereiro de 2009.

Alex Waldemar Zornig
Diretor de Relações com Investidores

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.