Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Oi descarta renegociação de valor para aquisição da BrT

SÃO PAULO - A queda observada no preço das ações da Brasil Telecom (BrT) nas últimas semanas não irá gerar uma renegociação sobre o valor de sua compra pela Oi. Quem garante é o presidente da antiga Telemar, Luiz Eduardo Falco, que falou à imprensa hoje, dia em que a operadora iniciou sua atuação no mercado paulista.

Valor Online |

" Temos um contrato fechado e iremos cumpri-lo " , disse o executivo.

A aquisição, que ainda depende de aprovação oficial para ser viabilizada, envolve cerca de R$ 13 bilhões, valor que inclui a compra do controle acionário da BrT e as ofertas aos minoritários. Segundo Falco, cerca de 85% desse montante já foi providenciado pela companhia e está " dentro de casa " .

O executivo preferiu não se estender sobre as prazos para a aprovação final da mudança no Plano Geral de Outorgas (PGO), que atualmente impede que uma mesma operadora atue em duas áreas de concessão. " Não temos como pressionar autarquias e governo, somos uma empresa privada e não temos esse poder " , disse Falco.

Após ter o texto aprovado pelo Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o novo PGO está sob apreciação do conselho consultivo do órgão, que ainda terá de encaminhá-lo ao Ministério das Comunicações e, finalmente, à sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

(Murillo Camarotto | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG