Tamanho do texto

SÃO PAULO - A tendência de desenvolvimento dos sistemas de memória em estado sólido (SSD ou Flash), em detrimento dos aparelhos com disco rígido (HD) móvel ficou mais forte ontem. A OCZ, fabricante norte-americana de memória, anunciou que planeja lançar componentes SSD com preços acessíveis, muito mais baixos do que aqueles praticados atualmente.

A companhia afirmou que vai lançar em breve memórias sólidas com capacidade de 32 GB (gigabytes), 64 GB e 128 GB. O preço sugerido do modelo de 64 GB, por exemplo, será de US$ 259, contra os US$ 980 cobrados atualmente pela própria OCZ em um produto equivalente.

Os SSD oferecem melhor performance, confiabilidade e eficiência no uso de energia que os HDs convencionais, mas a variação de custo tem limitado a adoção dessa tecnologia amplamente superior, até agora, disse o executivo-chefe da OCZ, Ryan Petersen.

Sem partes móveis móveis, os componentes de memória Flash são mais robustos e consomem menos energia, fatores importantes especialmente para usuários de notebooks, que dependem de baterias.

Embora tenha prometido para breve o lançamento dos produtos para a venda, a empresa não definiu uma data específica.

(José Sergio Osse | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.