Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

OCDE prevê agravamento da situação econômica nos EUA

A economia americana atravessa um período particularmente difícil e a atividade deve continuar piorando a curto prazo, indicou nesta terça-feira em um relatório a OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômicos).

AFP |

A economia da primeira potência mundial "provavelmente vai enfraquecer antes de melhorar no fim de 2009", segundo a OCDE, que prevê uma contração de 0,9% do Produto Interno Bruto (PIB) para o próximo ano.

"Uma inversão brutal do mercado imobiliário, uma crise financeira e uma alta temporária dos preços do produtos básicos provocaram um desaquecimento considerável da atividade em 2008", lembrou a OCDE, com sede em Paris.

"O governo americano adotou medidas para apoiar o crescimento e estabilizar o sistema financeiro, principalmente com fortes reduções das taxas de juros, amplas reduções de impostos e injeções de liquidez nos mercados de capitais", destacou o relatório.

"Mas é provável que a atividade se degrade mais a curto prazo, antes de se recuperar, devido em particular à incerteza que envolve a solvência dos bancos e a oferta do crédito", acrescentou.

"O relançamento monetário continua sendo necessário de imediato, mas as taxas de juros devem aumentar rapidamente quando a economia se recuperar", segundo a OCDE.

"As soluções para a crise financeira deixarão um acúmulo de dívidas orçamentárias, mas novas medidas podem ser necessárias se a situação econômica não melhorar rapidamente", afirmou.

2

ved/lm

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG