Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Obra divide opinião de vizinhos

Cercada por edifícios de luxo, a obra de dois prédios no mesmo terreno da Subestação Itaim divide opiniões entre moradores antigos da região. Em prédios vizinhos, moradores reclamam que perderão o skyline do outro lado da Marginal.

Agência Estado |

Já quem mora nas Ruas Hungria e Seridó elogia a remoção das antigas torres de energia da Eletropaulo.

"Ficou muito melhor sem aquelas fiações, aquilo desvalorizava o quarteirão. Agora ninguém nem sabe que existe estação de energia aqui do lado", afirma o empresário Marcos Sachs, de 49 anos, que mora na Rua Seridó há 12 anos. Opinião antagônica, contudo, tem a aposentada Lygia Antunes Sevacchio, de 62.

Ela mora no prédio na frente do terreno onde ficarão as duas novas torres de apartamentos. "Vou perder, além da vista, até o sol que bate aqui", lamentou.

Corretores e técnicos da Eletropaulo garantem que a subestação com circuitos de 13.800 volts não representará perigo aos futuros moradores. Os trabalhos no canteiro de obras, porém, começaram antes da licença emitida pela Prefeitura.

A empreiteira foi multada em R$ 872 por manter um estande de vendas no local. "A documentação na Prefeitura deve estar pronta até o fim deste mês. Nós ainda não começamos a vender os apartamentos. Mas, desde já, peço desculpas aos vizinhos pelos transtornos ocasionais", afirmou Silvio Chaimovitz, diretor da Klabin.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG