Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Obama tem vitória com aprovação de reforma do sistema de saúde dos EUA

SÃO PAULO - O projeto sobre a reforma do sistema de saúde dos Estados Unidos deve chegar nesta segunda-feira à mesa do presidente Barack Obama para se tornar lei. Foi uma vitória para o dirigente, que colocou o tema como prioridade doméstica.

Valor Online |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237562639646&_c_=MiGComponente_C

Ontem, depois de uma grande batalha política, os democratas da Câmara dos Representantes aprovaram a proposta de fornecer cobertura médica para dezenas de milhões de americanos que estavam sem seguro.

Com 219 votos a favor e 212 contra, a Câmara deu a aprovação final à legislação que passou no Senado na véspera do Natal. Vale notar que 34 democratas se juntaram a 178 republicanos na votação contra o plano.

A medida constitui uma grande expansão das garantias de cuidados de saúde em nível federal desde que o Medicare e o Medicaid, dois principais programas governamentais de saúde, foram estabelecidos há mais de quatro décadas, observou a rede de notícias CNN.

A proposta que supera US$ 900 bilhões vai ampliar a cobertura de seguro de saúde para mais de 30 milhões de americanos. A CNN notou que ela representa um passo importante em direção ao objetivo de cobertura universal buscado pelos presidentes democratas desde Harry Truman.

"Não é uma reforma radical, mas é uma grande reforma", comentou Barack Obama, que comemorou a iniciativa da Câmara. "Eu queria agradecer cada integrante do Congresso que tomou posição com coragem e convicção para tornar a reforma do sistema de saúde uma realidade", expressou. "Nós não tememos nosso futuro. Nós o modelamos", emendou.

(Com agências internacionais)

Leia mais sobre: EUA

Leia tudo sobre: euasaúde

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG