O presidente americano, Barack Obama, ampliou as perspectivas de utilizar uma parte dos fundos destinados ao resgate do setor financeiro para estimular o mercado de trabalho na economia americana, que ainda se recupera lentamente da crise.

Obama fará um discurso na terça-feira para explicar o que seu governo pretende fazer para criar empregos, e nesta segunda deu a entender que estuda usar parte dos bilhões de dólares que ainda não foram gastos ou devolvidos dentro do Troubled Asset Relief Program (TARP), criado para evitar o colapso do sistema financeiro.

"No fim das contas, o TARP saiu muito mais barato do que esperávamos, embora não tenha sido barato", disse Obama à imprensa na Casa Branca.

"Isso significa que uma parte desse dinheiro pode ser destinada à redução do déficit, e a questão é: existem algumas abordagens que são coerentes com os objetivos originais do TARP - como, por exemplo, garantir que pequenos negócios ainda consigam dinheiro para acelerar o crescimento do emprego?", indicou.

"Falarei sobre isso amanhã", concluiu o presidente.

col/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.