O presidente norte-americano, Barack Obama, disse hoje que os Estados Unidos e a China podem trabalhar em conjunto para promover um crescimento econômico equilibrado e um comércio que seja "livre e justo", enquanto autoridades dos EUA se encontram com suas colegas chinesas para discutir interesses econômicos no Diálogo Estratégico e Econômico anual.Obama disse que também espera ansiosamente continuar as discussões sobre direitos humanos com a China.

O presidente norte-americano, Barack Obama, disse hoje que os Estados Unidos e a China podem trabalhar em conjunto para promover um crescimento econômico equilibrado e um comércio que seja "livre e justo", enquanto autoridades dos EUA se encontram com suas colegas chinesas para discutir interesses econômicos no Diálogo Estratégico e Econômico anual.

Obama disse que também espera ansiosamente continuar as discussões sobre direitos humanos com a China. "Nossos dois países podem nem sempre concordar em todos os assuntos, mas esse diálogo também permite que nos comuniquemos e nos entendamos melhor um ao outro", disse o presidente em um comunicado, enquanto dois dos principais membros de sua equipe, a secretária de Estado, Hillary Clinton, e o secretário do Departamento de Tesouro, Timothy Geithner, estão na China. Obama acrescentou que "isso inclui o permanente compromisso dos EUA com aqueles direitos humanos que são universais e com a dignidade de todos os povos".

Mais cedo, o presidente da China, Hu Jintao, abriu os dois dias de conversações entre autoridades de seu país e dos EUA em Pequim, repetindo a promessa de continuar a reforma do regime de taxa de câmbio chinesa. Mas ele não mencionou as tensões internacionais com o Irã ou com a Coreia do Norte, que Hillary tinha destacado em seu discurso de abertura como áreas onde os EUA e a China devem cooperar diplomaticamente. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.