WASHINGTON (Reuters) - O presidente eleito dos EUA, Barack Obama, disse na quarta-feira que pretende manter uma comunicação regular com participantes-chaves do mercado financeiro. Obama também afirmou numa entrevista à CNBC (da qual foram divulgados trechos) que ele terá de prestar alguma atenção à psicologia do mercado, devido à sensibilidade das Bolsas, mas que para tomar decisões irá olhar para o horizonte.

Um repórter da CNBC deu mais detalhes sobre a entrevista, dizendo que Obama "sinalizou" uma tendência de revogar os benefícios fiscais concedidos pelo presidente George W. Bush aos norte-americanos mais ricos.

De acordo com o repórter, Obama não quis comentar se Larry Summers será indicado para o cargo de presidente do Fed (banco central norte-americano) quando terminar o mandato de Ben Bernanke, em janeiro de 2010.

A entrevista deve ser exibida na íntegra ainda na quarta-feira.

(Reportagem de Karey Wutkowski e Julie Vorman)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.