O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, propôs nesta quarta-feira a criação de uma autoridade reguladora para grupos como a AIG, semelhante à que existe para os bancos, em meio ao escândalo causado pelos bônus pagos pela gigante dos seguros AIG a seus dirigentes.

Obama acrescentou que estão sendo explorados "todos os meios possíveis" para recuperar o total dos bônus pagos a executivos da AIG.

"Estamos explorando todos os meios possíveis, assim como o Congresso, para ver o que podemos fazer", disse Obama aos jornalistas, assegurando que seu governo tenta evitar que situações semelhantes se repitam. Ele se declarou disposto a assumir eventuais responsabilidades no caso.

Obama ressaltou ainda que tem "total confiança" no secretário do Tesouro Tim Geithner, cada vez mais criticado devido ao pagamento de 165 milhões de dólares em bônus feito pela AIG a seus executivos.

Leia também:

Leia mais sobre: AIG

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.