O presidente eleito dos EUA, Barack Obama, prometeu nesta sexta-feira lançar um audacioso plano de estímulo para tirar a economia americana da recessão, logo que tomar posse, em 20 de janeiro, mas ainda não falou em números.

A imprensa americana fala em 1 bilhão de dólares.

"Se não tivermos um enfoque audacioso, poderemos ver a economia continuar em queda mais rapidamente, e isso não é aceitável para mim e não acho que seja aceitável para o povo americano", declarou Obama, em entrevista coletiva.

Ele não especificou o montante do plano de estímulo, mas não deixou qualquer dúvida de que está pronto para aumentar os déficits para tirar a economia nacional da crise. Obama prometeu que, assim que a economia se estabilizar, saneará as finanças públicas.

vog/tt/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.