WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pretende reforçar a regulação do sistema financeiro, instaurando regras de controle mais rígidas para os fundos especulativos, as agências de classificação e os corretores de créditos hipotecários, informa o jornal New York Times.

Com base em fontes do governo Obama, o NYT indica que o novo governo deseja eliminar os conflitos de interesse dentro das agências de classificação de risco.

As agências classificação, que são financiadas pelas empresas que analisam, foram muito questionadas durante a crise financeira por terem subestimado os riscos dos produtos financeiros opacos, além de terem demorado a contemplar a crise do mercado em suas análises.

Segundo o "New York Times", o governo Obama também deve propor novas regras federais para os corretores de créditos hipotecários e pedir que a SEC, entidade que regulamenta a Bolsa americana, tenha um envolvimento maior na supervisão destes créditos.

Leia mais sobre: Barack Obama

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.