Tamanho do texto

SÃO PAULO - O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, e congressistas de seu partido, o Democrata, estão desenhando um novo pacote de US$ 300 bilhões em incentivos fiscais a consumidores e empresas, informa o The Wall Street Journal. De acordo com o periódico, um corte de impostos dessa magnitude poderia ajudar os Democratas a obter o apoio necessário dos congressistas Republicanos, para quem as iniciativas de estímulo econômico devem privilegiar a diminuição de tributos e não o corte de gastos públicos.

Segundo o WSJ, a maior parcela do alívio tributário se daria no imposto de renda e concederia um crédito de US$ 500 por contribuinte ou US$ 1 mil por família.

Para as empresas, o governo pretende facilitar o reconhecimento contábil de perdas ocorridas em 2008 e 2009, de forma a permitir que as companhias sejam beneficiadas pela redução de impostos mais rapidamente e, com isso, compensem parte do aperto nas condições de crédito. Também fazem parte do pacote planejado incentivos aos investimentos e a concessão de créditos tributários a empresas que façam contratações ou abram mão de demissões.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.