Tamanho do texto

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou nesta quarta-feira que limitou a 500.000 dólares a remuneração máxima anual dos dirigentes das empresas que receberam ajuda do governo federal, segundo o texto de uma declaração publicada pela Casa Branca.

"O que escandaliza as pessoas é que dirigentes sejam premiados por seus fracassos, sobretudo quando estes prêmios são pagos pelos contribuintes", declarou Obama na Casa Branca.

"A remuneração anual dos dirigentes de empresas que recebem uma ajuda extraordinária dos contribuintes americanos será limitada a 500.000 dólares, o que representa uma parte ínfima dos salários que ouvimos recentemente", anunciou.

Além disso, Obama destacou que o Tesouro americano anunciará na próxima semana uma nova estratégia para relançar o sistema financeiro e fazer novamente circular o crédito.

"Na próxima semana, o secretário do Tesouro, Tim Geithner, anunciará uma nova estratégia para que o crédito volte a circular, uma estratégia que levará em conta os erros cometidos no passado e assentará as bases para o futuro", afirmou.

lal/yw