O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, voltou a pedir aos republicanos, nesta quinta-feira, que apóiem seu plano de estímulo à economia, um dia antes da esperada aprovação do gigantesco projeto pelo Congresso.

"Já é hora de o Congresso agir, e espero que ajam de maneira bipartidária", disse Obama, em visita a uma fábrica de maquinário de construção do gigante Caterpillar, que acaba de demitir mais de 20.000 pessoas.

Nenhum republicano votou a favor do plano quando foi inicialmente aprovado na Câmara de Representantes, e apenas três apoiaram-no no Senado. O presidente desejava reunir muito mais apoio no bloco adversário e se envolveu nas negociações.

As duas câmaras do Congresso se dispõem a votar definitivamente, talvez amanhã, o pacote de 789 bilhões de dólares.

Depois de aprovado, o plano será enviado a Obama para sua promulgação, o que pode acontecer na segunda-feira, feriado do Dia do Presidente.

col/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.