SÃO PAULO - O presidente americano Barack Obama insistiu ontem que sua administração colocou em curso uma ampla estratégia para atacar a crise em todas as frentes e que os Estados Unidos irão se recuperar da recessão. Em entrevista à imprensa ontem à noite, ele defendeu o projeto de Orçamento de US$ 3,6 trilhões, notando que ele construirá uma economia mais forte.

"Nós nos recuperaremos dessa recessão, mas isso tomará tempo e paciência. Devemos entender que, quando todos trabalham juntos, quando cada um olha para além de seus próprios interesses, é aí que temos sucesso", sustentou.

Obama reforçou a necessidade de uma ação imediata e pediu ao Congresso e ao povo americano que apoiem seu plano para que os Estados Unidos não vejam a repetição dessa crise em 10 anos ou 20 anos.

Observou, contudo, que é preciso dar mais tempo para que o plano de retomada da economia funcione. O presidente americano comentou ainda que dá apoio ao pedido do secretário do Tesouro americano, Timothy Geithner, de controlar instituições financeiras cujas quebras podem representar sério risco ao sistema financeiro dos Estados Unidos.

"Tenham em mente que é exatamente pela falta desta autoridade é que a situação da AIG piorou", comentou Obama em referência à seguradora problemática.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.