Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Obama cria comitê para conter crise

O presidente eleito dos EUA, Barack Obama, anunciou ontem a criação de um Comitê de Recuperação Econômica, sob o comando do economista Paul Volcker. Ao indicar Volcker para o comitê, um painel de caráter consultivo, Obama completa seu time de estrelas para tentar tirar os EUA da crise.

Agência Estado |

Volcker, ex-presidente do Federal Reserve (o FED, banco central americano) entre 1979 e 1987, usou o remédio amargo dos juros altos para pôr fim à inflação e o país na rota de crescimento de longo prazo.

O Comitê de Recuperação Econômica vai funcionar por dois anos, prazo que pode ser estendido. Os integrantes apresentarão relatórios mensais ao presidente, oferecendo opiniões independentes sobre programas para reativar a economia e estabilizar o mercado financeiro.

"Teremos idéias novas e audaciosas das melhores mentes da América", disse Obama, acrescentando que o comitê deverá ser "honesto e não esconder nada" do presidente.

"A equipe econômica tem pessoas incrivelmente inteligentes, qualquer um gostaria de ter esses nomes em seu governo", disse Stephen Hess, especialista em presidência do Instituto Brookings.

Paul Light, especialista em transição presidencial da Universidade de Nova York, diz que Obama está se dedicando ao máximo à escolha da equipe econômica para mostrar que tem a experiência necessária para tirar o país da crise. "Obama não tinha escolha. O mercado financeiro está despencando e ele precisava vir a público, fazer anúncios e mostrar que está trabalhando", disse Light.

Volcker, que vinha assessorando Obama havia meses, aconselhou o então candidato a defender mais regulamentação para o sistema financeiro.

"Volcker é um dos maiores formuladores de política econômica do mundo, com muita prática em administrar crises", disse Obama. "Ele trabalhou com democratas e republicanos e é altamente respeitado por seu discernimento."

O economista-chefe do comitê será Austan Goolsbee, professor da Universidade de Chicago que assessora Obama desde sua candidatura ao Senado, em 2004. "Goolsbee ajudou a moldar meu pensamento econômico", disse Obama. Goolsbee também será um dos três integrantes do Conselho de Assessores Econômicos da Casa Branca.

O comitê foi inspirado no Comitê de Inteligência Estrangeira, criado pelo ex-presidente Dwight Eisenhower - deixado de lado pelo presidente John F. Kennedy, mas reabilitado após o fiasco da invasão da Baía dos Porcos.

Essa foi a terceira entrevista coletiva consecutiva que o presidente eleito convocou, na tentativa de mostrar que não há vácuo de poder e assegurar ao público e ao mercado financeiro que a nova equipe já está trabalhando para combater a crise econômica.

Nos últimos dias, Tim Geithner foi indicado para a secretaria do Tesouro e Larry Summers foi escolhido para chefiar o Conselho Econômico Nacional. Geithner e Summers, ao lado do então secretário do Tesouro, Robert Rubin, e do ex-presidente do FED Alan Greenspan compuseram um grupo que a revista Time chamou, numa reportagem de capa de 1999, de "comitê para salvar o mundo". A revista apontou os membros do grupo como os heróis da crise asiática.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG