Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Obama confirma Geithner para Tesouro e defende pacote de estímulo

SÃO PAULO - O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, confirmou hoje a indicação de Timothy Geithner, atual presidente do Federal Reserve de Nova York e ex-funcionário do Tesouro, para substituir Henry Paulson na secretaria do Tesouro, cargo equivalente ao de ministro da Fazenda nos EUA. Notícias sobre a indicação de Geithner divulgadas no início da noite de sexta-feira contribuíram para a recuperação do mercado acionário dos EUA na reta final do pregão daquele dia.

Valor Online |

Obama também informou que o ex-secretário do Tesouro durante o governo de Bill Clinton Lawrence Summers será seu principal assessor econômico na Casa Branca.

Dizendo que "não há tempo a perder", Obama voltou a defender a necessidade de um "grande pacote de estímulo" para a economia, mas se negou a revelar o montante que seria empenhado neste programa.

Ele informou ainda que sua equipe econômica vai começar a trabalhar a partir de hoje com os membros do governo atual para definir as medidas que serão tomadas. Ele acrescentou que deve anunciar em breve as recomendações iniciais dos assessores.

Também hoje, Obama indicou Christina Romer para a presidência do Conselho de Assessores Econômicos e Melody Barnes como diretora do Conselho de Políticas Domésticas.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG