Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

O que vale mais a pena? Ser CLT ou PJ?

Ferramenta calcula os valores líquidos do salário mensal, somado a férias e 13º salário, já descontando impostos e contribuições

iG, de São Paulo

Prestar consultoria ou continuar com emprego em carteira? Deixar o emprego e montar uma franquia ou continuar recebendo o contracheque? O iG preparou uma ferramenta para você calcular quanto o seu salário representa, efetivamente, no fim do mês. Foram levados em consideração todos os descontos referentes ao Imposto de Renda e ao INSS, bem como os benefícios como 13º salário e férias. O valor referente ao FGTS pago pelo empregador foi incluído como benefício, mas é importante destacar que ele só pode ser sacado em condições limitadas, como demissão sem justa causa, aposentadoria ou compra da casa própria. Com a profusão de impostos e taxas pagos pelos trabalhadores ou empresários, um prestador de serviço que seja Pessoa Jurídica coloca mais dinheiro no bolso ao final do mês caso não se leve em conta o FGTS. E, se esse prestador for o que no mercado de trabalho se chama de “PJ Cheio”, ou seja, com direito a 13 salários e, eventualmente, um terço sobre férias, a diferença a favor do PJ aumenta ainda mais.

Nessa ferramenta de comparação, levou-se em consideração as despesas de uma empresa que seja optante do Simples Nacional, mecanismo para o pagamento de impostos e contribuições de uma empresa de pequeno porte. Com isso, prestadores de serviços que pensam em abrir uma empresa podem facilmente comparar os ganhos em relação a um salário registrado em carteira. O resultado contudo é apenas indicativo porque em cada modalidade, seja Pessoa Jurídica ou CLT, a taxa de impostos, a base de cálculo e os benefícios legais variam em função do tipo de empresa ou do município onde ela se localiza, por exemplo.

Para iniciar os cálculos, preencha os campos com o salário mensal bruto. O iG disponibilizou também uma versão mais completa, chamada Calculadora Avançada. Nela, é possível fazer uma conta mais detalhada, desde que sejam incluídos valores referentes a planos de saúde e outros benefícios. Nos campos de despesas de PJ, deve-se incluir o valor cobrado pelo contador. Para empresas pequenas, com um funcionário, o valor geralmente varia de meio a um salário mínimo. Como na versão simplificada, o resultado obtido com a Calculadora Avançada será sempre um valor indicativo, mas bastante útil para quem pensa em migrar de um sistema para outro.


 

Leia tudo sobre: SalárioImposto de RendaINSScontribuições

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG