Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

O fã que mudou a história da indústria dos games

O fã que mudou a história da indústria dos games Por Jocelyn Auricchio São Paulo, 12 (AE) - Clifford Bleszinski é um dos nomes mais importantes na indústria dos jogos eletrônicos. Com apenas 33 anos, ele esteve envolvido com alguns dos games mais importantes do PC e agora, com Gears of War, é uma nova força no mundo dos consoles.

Agência Estado |

Cliff, que sempre foi um gamer hardcore, começou em 1991, lançando um pequeno jogo de aventura para o finado MS DOS ("The Palace of Deceit"). Logo em seguida, ele fez um dos primeiros games para Windows a chegar no mercado ("Dare to Dream"). Sempre ligado à inovação, ele foi trabalhar em um novo estúdio de desenvolvimento de jogos, a Epic Games, que fez história a lançar seus jogos nos antigos serviços de BBS - um dos estágios da internet antes da chegada da web - em forma de demos. Se gostasse, o usuário pagava uma taxa que destravava outras fases do jogo. Foi assim que "Tyrian" - um clássico jogo de naves - e "Jazz Jackrabbit" - um game de plataforma similar a Sonic - fez a cabeça de quem jogava no PC, na época que o Windows 3.11 imperava.

O grande salto de Bleszinski foi "Unreal", um jogo de tiro em primeira pessoa que trazia uma história complexa e armamentos nunca vistos, como armas de energia e atiradores de gosma explosiva. As fases que ele criou se tornaram clássicas graças à engenharia cuidadosa de combate. Em vez das fases quadradonas e previsíveis de Quake, o maior concorrente de Unreal na época, as fases tinham um planejamento melhor, garantindo momentos mais intensos. "Unreal" também marcou época pois foi um dos primeiros jogos a usar Direct3D. No começo do Windows 95, isso era uma verdadeira revolução.

"Unreal" foi o precursor de "Unreal Tournament", um game que mudou para sempre a história dos jogos de tiro. Em vez de missões solitárias, "Unreal Tournament" se concentrou nos combates em grupo, via rede. O impacto foi tão enorme que "Quake", que na época dominava, seguiu pelo mesmo caminho.

Depois de algumas versões de "Unreal Tournament", Bleszinski ajudou a criar uma ferramenta fundamental para os jogos de nova geração. O "Unreal Engine 3", usado em quase 70% dos bons jogos de hoje, é um dos sustentáculos de "Gears of War".

Graças à ferramenta, Bleszinski conseguiu concentrar seus esforços na criação de Gears, que é um grande jogo multiplayer - para vários jogadores - e ao mesmo tempo um bom jogo solitário.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG