Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Números do PIB são um desastre para os americanos, diz Obama

WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta sexta-feira que a crise econômica é um desastre para os americanos e que a classe política deve atuar com rapidez e ousadia para enfrentá-la. A declaração veio após o anúncio de um forte retrocesso do crescimento do país.

Redação com AFP |

 

Segundo dados do Departamento de Comércio dos EUA, o Produto Interno Bruto (PIB) registrou queda de 3,8% no quarto trimestre de 2008. Este foi o segundo ciclo (trimestres) consecutivo de retração da economia e a maior desde 1982. "Isso não é apenas um conceito econômico, é um desastre que continua para as famílias trabalhadoras da América", declarou, referindo-se ao PIB.

Além disso, Obama prometeu reverter medidas tomadas pelo governo de George W. Bush, que, segundo os democratas, reduzem o poder do movimento sindical. "Temos que reverter muitas políticas em relação à mão-de-obra organizada", indicou o presidente.

O presidente dos EUA também confirmou o lançamento de um grupo de trabalho liderado pelo vice-presidente Joe Biden que irá desenvolver  medidas que favoreçam a classe média durante o atual período de retração do crédito e da demanda.

A primeira reunião do grupo acontecerá em fevereiro na Filadélfia, anunciou Biden, que assegurou que "uma classe média forte equivale a um país forte". "Não podemos ter o um sem o outro", acrescentou.

O grupo de trabalho será formado por funcionários de alto escalão do Governo que, além de suas sessões ordinárias, terão encontros com representantes de sindicatos, empresas e grupos comunitários, informou a Casa Branca.

Leia tudo sobre: obama

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG