SÃO PAULO - O número de vítimas fatais do terremoto que afetou a área tibetana no noroeste da província chinesa de Qinghai subiu para 791. Há ainda 294 desaparecidos e 11,5 mil feridos, com mais de 1,1 mil casos sérios.

SÃO PAULO - O número de vítimas fatais do terremoto que afetou a área tibetana no noroeste da província chinesa de Qinghai subiu para 791. Há ainda 294 desaparecidos e 11,5 mil feridos, com mais de 1,1 mil casos sérios. Muitas pessoas permanecem presas sob os escombros. As equipes de resgate trabalham na expectativa de encontrar sobreviventes do tremor que foi registrado na quarta-feira. Centenas de bombeiros, policiais, soldados, médicos e outros profissionais da área de saúde e resgate forma deslocados para a área do terremoto e enfrentam o tempo frio, ventos fortes e frequentes réplicas do tremor principal em busca de vítimas e para atender aos feridos. As informações são da agência chinesa Xinhua. (Juliana Cardoso | Valor)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.