Tamanho do texto

Em fevereiro de 2010 foram devolvidos por falta de fundos 1,607 milhão de cheques no Brasil, o menor número absoluto desde março de 1997, mês no qual foram devolvidos 1,419 milhão de cheques de acordo com o Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos.

Segundo os economistas da Serasa Experian, o menor número de cheques devolvidos é consequência do crescimento econômico, em especial o registrado a partir do segundo semestre de 2009, que vem aumentando os níveis de emprego e de renda da população. "Estes fatores são determinantes para a redução da inadimplência em todos os ângulos, inclusive cheques devolvidos".

Além do crescimento econômico, a Serasa destaca ainda a normalidade do mercado de crédito para o consumidor como fator de redução do número de cheques devolvidos.

Em relação ao total de compensados, no entanto, o número de cheques devolvidos de fevereiro manteve-se estável em relação a janeiro. A taxa ficou em 1,85%. É o patamar mais baixo em 17 meses, desde setembro de 2008.

Regiões

Pela segunda vez seguida em 2010, o Amapá lidera o ranking com o maior percentual de cheques devolvidos, com 13,59%, alta em relação aos 11,93% registrados em janeiro. Também pela segunda vez no ano, São Paulo é o Estado com o menor percentual, 1,41%.

Leia mais sobre: cheques

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.