Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Novozymes deve produzir etanol de celulose em larga escala em 2010

Copenhagen, 01 - A dinamarquesa Novozymes A/S, maior produtora mundial de enzimas, planeja iniciar a produção de etanol de celulose em larga escala em 2010, e produzir 16 bilhões de galões até 2022, afirmou o presidente-executivo da empresa, Steen Riisgaard. Segundo ele, o objetivo é melhorar a segurança energética e reduzir a emissão de gases do efeito estufa.

Agência Estado |

Uma das vantagens do etanol de celulose é que ele não utiliza como matéria-prima produtos que servem para a alimentação.

Segundo Riisgaard, a produção do etanol de celulose trará boas oportunidades comerciais para a Novozymes. A empresa recebe de 3 a 6 cents por galão por etanol de primeira geração. Já pela produção de etanol de celulose, que faz parte da segunda geração de biocombustíveis, a Novozymes receberá o equivalente a 10 vezes esse valor, já que mais enzimas são necessárias na produção. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG