Os dois novos integrantes do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Olavo Chinaglia e Carlos Emmanuel Ragazzo, assinaram nesta tarde o termo de posse no Ministério da Justiça. A informação foi dada pela assessoria do Cade.

Com isso, foi restabelecido o quórum mínimo de cinco conselheiros para funcionamento do órgão antitruste, como a contagem de prazos dos processos de fusões, aquisições e condutas empresariais e a realização de sessões de julgamentos.

Chinaglia assumiu a vaga deixada por Ricardo Cueva e Ragazzo ocupou o lugar de Luiz Prado. Os dois tiveram seus mandatos encerrados no dia 8 de agosto. Ainda hoje ocorrerá no Cade o sorteio de gabinetes entre os novos conselheiros, e a próxima sessão de julgamentos está prevista para acontecer no dia 27 de agosto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.