A Renault divulgou ontem as primeiras imagens do Symbol, seu novo sedã, que será apresentado no salão de Moscou (Rússia), a partir do dia 26. O carro poderá ser o próximo lançamento brasileiro da marca, que será anunciado na sexta-feira, em Curitiba (PR), pelo presidente da montadora, Carlos Ghosn.

Desenvolvido para os mercados do Leste Europeu, o Symbol vai substituir o Thalia - que aqui nós conhecemos como Clio Sedan. No Brasil, o três-volumes também substituiria a versão sedã do Clio e se situaria entre o Logan e o Mégane. Já a produção se daria na Argentina e não em São José dos Pinhais (PR).

De acordo com a Renault, o comprimento do Symbol é de 4,26 metros, 1 cm a mais que o Logan e 7 cm extras em relação ao Clio Sedan.

Quanto à mecânica, a montadora francesa não deu nenhum detalhe, mas os motores 1.6, de oito e 16 válvulas são as apostas mais óbvias para o Brasil.

Segundo o comunicado da marca, a suspensão do Symbol é a mesma do Clio II, que é vendido no País. A Europa tem a terceira geração. Visto de lado, a semelhança com o Clio Sedan salta chama a atenção, especialmente ao comparar as linhas das portas. Já a dianteira é claramente inspirada na do Sandero.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.