A Casa Branca lamentou nesta sexta-feira o aumento do desemprego nos EUA, mas afirmou que ainda não está estudando qualquer plano de retomada.

"Não acreditamos que temos necessidade de estudar agora um segundo plano de retomada", afirmou Dana Perino, porta-voz da Casa Branca.

O desemprego atingiu seu mais alto nível em cinco anos em agosto nos EUA, a 6,1% da população ativa, contra 5,7% em julho. A economia perdeu 84.000 postos de trabalho, demitindo pelo oitavo mês consecutivo, indicou nesta sexta-feira o departamento de Trabalho.

Os EUA lançaram no início deste ano um primeiro plano de retomada de cerca de 168 bilhões de dólares em dois anos para lutar contra o desaquecimento da economia ligado à crise do setor imobiliário.

Leia mais sobre a crise do setor imobiliário nos EUA

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.